quinta-feira, 20 de janeiro de 2011

"Eu tenho um sonho..."


Hoje, 20 de janeiro, é o “Dia de Martin Luther King Jr” – feriado norte-americano comemorado pela primeira vez em 1986. Ele foi líder de movimentos que buscavam o respeito aos direitos dos negros e o fim da discriminação racial nos EUA. Luther King liderou protestos pacíficos e conseguiu mudar a situação dos negros em seu país.

Semana passada, assisti a um filme pesado sobre esta questão do preconceito racial que vem se arrastando ao longo dos séculos, principalmente, nos EUA e, aqui, o indico: “A outra história americana”. O enredo gira em torno da luta de um homem para reformar a si próprio e salvar seu irmão após viver uma vida consumida pela violência e intolerância.

Confesso que há de se ter estômago para assisti-lo, pois mostra, em toda a complexidade da trama, as raízes e as conseqüências do extremismo do preconceito racial na América.

Selecionei alguns pensamentos que marcaram o discurso ideológico de Martin Luther King:

“Aprendemos a voar como os pássaros, aprendemos a nadar como os peixes, mas ainda não aprendemos a sensível arte de viver como irmãos”.

“Não somos o que deveríamos ser; não somos o que queríamos ser; mas graças a Deus, não somos o que éramos”.

“Saiba que seu destino é traçado pelos seus próprios pensamentos, e não por alguma força que venha de fora”.

“A inteligência e o caráter é o objetivo da verdadeira educação”.

“O que me preocupa não é o grito dos maus. É o silêncio dos bons.”

(Fabiana Carvalho)

2 comentários:

  1. Amei! O que me preocupa é o silêncio... dos maus e dos bons!

    ResponderExcluir
  2. Bom demaz, heim, Bibi? conheço o filme... recomendo!

    ResponderExcluir