quarta-feira, 25 de agosto de 2010

Ah, Beauvoir...

"Nunca foi muito fácil para mim viver, embora eu seja sempre bem feliz - talvez por querer muito ser feliz. Gosto muito de viver e odeio a idéia de morrer um dia. E aí sou gulosíssima, quero tudo da vida, quero ser mulher e homem, ter muitos amigos e ter solidão, trabalhar muito e escrever bons livros, viajar e me divertir, ser egoísta e altruísta [...] Está vendo, é difícil ter tudo o que eu quero." (Simone de Beauvoir)

"Quando dizia que faria algo, ela fazia. 'Era a pessoa mais confiável que se possa imaginar [...] Você podia lhe contar tudo [...] ela quase nunca fazia julgamentos morais [...] Sua primeira reação era forçar-se a compreender, e colocar-se na pele do outro.'" (Lanzmann sobre influência de Beauvoir)


(Fabiana Carvalho)

2 comentários: